quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

UFA...PASSOU!

O natal já foi. E com ele a correria pra comprar presentes, as compras
de última hora pra ceia, as filas e tumultos. Mas uma coisa ainda resta
pra te lembrar dessa adorável data. As dívidas que você fez por causa
do natal.

Apesar de eu ter falado que o natal é "sempre a mesma mesmice"
(redundante não?!) esse foi diferente. Meio igual. Mas diferente.
Eu explico (ao menos tento..). Digo "meio igual", pois o "especial"
da xuxa continua uma merda (mesmo não assistindo eu sei que foi
ruim). Você ainda se torna uma pessoa "pura e amável" e mente
pras crianças sobre o bom velhinho. E outra mesmice é o fato de
termos mais um natal sem neve.

Agora, já o "mas diferente" tem seus motivos. Pra começo de
conversa, já culpo a crise. Com esse negócio de crise tomando
conta de tudo quanto é noticiário na TV, jornais e revistas, a ceia
sofreu alterações. Aquelas velhas piadinhas com o peru foram
"recauchutadas" e fizeram muita gente esboçar um sorrisinho de
canto de boca. Afinal, com a tal da crise, o peru ficou fora da ceia.
Perdeu o cargo pro frango de padaria. E por causa dela fiquei sem
presente. E quem esperava algo de mim também vai ficar. Com esse
negócio de crise até o orkut se adaptou. Abri minha página hoje e
tava lá:
"Sorte de hoje:
O melhor presente que você pode dar é um
abraço: ele é tamanho único, e ninguém vai se importar se você
quiser devolvê-lo." .
Vai entender.


O tal do "natal sem fome" eu nem ouvi falar esse ano. Afinal, em
Santa Catarina teve uma concorrência fortíssima. Eu ainda não
escutei aquela "adorável musiquinha" da Simone. E até agora o
bom velhinho não apareceu por aqui.


Obs: Tá.. tá.. não foi um post decente, eu sei. Mas tô com sono,
sem presente e sóbrio. Portanto sejam "puros e amáveis" e me
perdoem. Afinal é natal!



sábado, 13 de dezembro de 2008

AHH...O NATAL!

Todo final de ano a rotina recomeça. Casas enfeitadas, músicas natalinas
em shoppings e supermercados. Um bombardeio de propagandas de
brinquedos surge na TV. A Xuxa anuncia seu "especial"(hahaha) de
natal e todos os filmes que passam na TV são os mesmos que você viu
no ano passado. Mas, mesmo assim, você assiste de novo. As lojas
faturam mais do que em qualquer época do ano e você... você se torna
uma pessoa mais pura, amável. Resumindo: FALSA!

Não fique preocupado. O natal faz isso com as pessoas. É o tal chamado
"espírito natalino". É normal. Você gasta todo seu décimo terceiro
em presentes para seu amigo oculto, filhos, sobrinhos "félasdaputa" e
demais familiares. Mas não dá um tostão ao "natal sem fome"(é aquele
negócio que pessoas famosas, que de tão "puras e amáveis" fazem o
comercial sem cobrar cachê, pedem que você ajude aquelas pessoas
que tem fome todo natal... por isso o nome).

No natal você mente para os seus filhos, dando todo o mérito daquele
presente que VOCÊ comprou com seu dinheiro suado ao "bom velhinho"
(o garoto propaganda da coca-cola). Ou então você dá um presente de
merda pros guri e põe a culpa toda no Papai Noel. Ah...o natal.

Você sai desejando "feliz natal" pra todo mundo. Mas só por obrigação.
Cara, isso é um saco! Irrita. Só você não percebe.

Mas natal é isso aí. Você se fode pra agradar todo mundo. No amigo
oculto da empresa você tira logo aquela pessoa que você evitou o ano
todo. As crianças ficam ansiosas esperando um velho barrigudo que
anda com viadinhos. Durante a ceia um tio chato faz piadinhas com
o peru. E o mais comum de todos... o cd da Simone rodando aquela
"adorável musiquinha": "Então é nataaaal...". Blargh!!!

E ninguém se lembra do verdadeiro significado do natal...
(estou sendo "puro e amável").


OBS: Só pra esclarecer. O post abaixo ("vestígios natalinos") não inclui amigo
oculto em
família, viu vó?!